Bionatura
INTERREG INTERREG Universidade dos Açores ARENA CITAA Grupo da Biodiversidade dos Açores CIBIO-AÇORES

PESQUISAR BASE DE DADOS

Líquenes & Fungos

Briófitos (musgos, hepáticas, antocerotas)

Plantas Vasculares (fetos, gimnospérmicas, angiospérmicas)

Invertebrados Marinhos

Moluscos Terrestres (lesmas e caracóis)

Artrópodes (centopeias, aranhas, insectos)

Vertebrados (peixes, anfíbios, répteis, aves, mamíferos)

F.a.q

Quantas espécies endémicas existem nos Açores?

Um total de 420 taxa (espécies e subespécies)terrestres são endemismos, ou seja, apenas ocorrem nestas ilhas.

Como obter mapas da distribuição espacial da riqueza de espécies?

Esta função não está disponível neste Site, mas pode consultar tal informação usando o Software ATLANTIS (contactar com os coordenadores).

Como aceder aos dados originais desta base de dados?

Para tal deve contactar o coordenador através do seu E-Mail (pborges@uac.pt) e combinar uma consulta no SERVIDOR ATLANTIS.

A Hortênsia é uma espécie nativa dos Açores?

Não, trata-se de uma planta introduzida pelo Homem e que se adaptou muito bem ao arquipélago.

Quantas espécies de plantas vasculares existem nos Açores?

Actualmente conhecem-se cerca de 947 espécies e subespécies.

O que é uma espécie endémica dos Açores?

São espécies que ocorrem apenas no arquipélago dos Açores devido a processos de especiação (neo-endemismos) ou extinção de populações noutros locais onde também ocorriam (paleo-endemismos).

Quantas espécies de térmitas existem nos Açores?

Três espécies de térmitas são conhecidas actualmente nos Açores: Kalotermes flavicollis (térmita de madeira húmida Europeia), Cryptotermes brevis (térmita de madeira seca das Índias Ocidentais), Reticulitermes grassei (térmita subterrânea).

Como posso ajudar?

Se tiver fotografias que queira disponibilizar ou documentos que adicionem novas áreas de distribuição para espécies pode enviar-nos essa informação.